SONHOS SÃO GRATUITOS...TRANSFORMA-LOS EM REALIDADE...TEM UM PREÇO. "Quando olho para trás, vejo que hoje carrego em meu ser várias marcas de pessoas extremamente importantes. Pessoas que, no contato com elas, permitiram-me ir dando forma ao que sou, eliminando arestas, transformando-me em alguém melhor, mais suave, mais harmônico, mais integrado." Mulek.com

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

UMA CARTA....ABRA.

DE UM IRMÃO E AMIGO, WESLLEY.



http://eternidadepelapalavra.blogspot.com.br

Uma mensagem de Deus pra nós.

E os correios foram passando de cidade em cidade, pela terra de Efraim e Manassés até Zebulom; porém riram-se e zombaram deles. Todavia alguns de Aser, e de Manassés, e de Zebulom, se humilharam, e vieram a Jerusalém. II Cr 30, 10-11.
Ezequias restaurou o altar de adoração e enviou cartas para o reino convidando a todos que viessem a Jerusalém comemorar a Páscoa. Tipo de Jesus...
Andávamos perdidos feito a mulher samaritana, sem saber a quem adorar, mas Jesus restaurou o altar de adoração no nosso coração; hoje sabemos que Ele é nosso salvador. Descobrimos isso ao receber uma carta de Deus, uma mensagem, “vinde que há uma festa preparada!”.
Confesso que há algum tempo moro numa mesma residência e não sei quem é o carteiro da minha rua. O que importa é que as correspondências chegam.
Nessa jornada da salvação, não importa o carteiro. Importa é a carta que eu e você recebemos um dia e seu conteúdo. Não importa quem evangelizou, quem foi o pregador, quem estava cantando, enfim, o que menos importa é quem é o carteiro, mesmo porque, um dia podemos ter a “grata” surpresa que o carteiro não era tão confiável assim. Importa a mensagem que recebemos, importa que foi uma mensagem de Deus, um convite, uma carta AR, única, exclusiva pra você e pra mim, com endereçamento direto ao nosso coração.
Como saber se realmente essa mensagem era de Deus? A história e a bíblia dizem que quando os reis enviavam alguma correspondência eles selavam suas cartas com o anel (selo) real. (Vide a história no livro de Ester e Daniel, com os reis Assuero e Nabucodonozor).
A certeza que temos desse convite é porque ele veio selado, veio com o selo do Espírito Santo. Veio com a marca do Rei, O Sangue de Jesus.
Por fim, interessante ressaltar que a páscoa era comemorada no primeiro mês (Nisan), precisamente dia 14. Ezequias nesta história estava a comemorar a segunda páscoa, que era comemorada no segundo mês, para aqueles que estavam impuros ou estavam longes.
Deus enviou uma mensagem, uma carta para Israel. Estes negaram o convite, fizeram como o texto, zombaram, riram, mas houve um povo, gentílico, que aceitou o convite. Esse povo somos nós, e agora, estamos rumos a Jerusalém celestial. O povo que era impuro, que estava longe, mas que agora está perto, cada vez mais perto, levando no coração não o nome do carteiro que entregou a mensagem, mas levando a promessa de participarmos de uma festa eterna com o Rei da Glória.

Postado por Weslley

2 comentários:

  1. weslley...
    A ordem dada ao CARTEIRO é:
    ENTREGUE NESSE ENDEREÇO...
    RECEBER...e ABRIR a CARTA, é responsabilidade nossa. Talvez, nunca veremos o CARTEIRO...mas com certeza...conheceremos o DONO da CARTA.

    ResponderExcluir
  2. Grande verdade;

    Pode ser que não se conheça o carteiro, ignore-se a carta, mas um dia, a bíblia diz que todo joelho se curvará diante do Rei da Glória. Aleluia!

    ResponderExcluir