SONHOS SÃO GRATUITOS...TRANSFORMA-LOS EM REALIDADE...TEM UM PREÇO. "Quando olho para trás, vejo que hoje carrego em meu ser várias marcas de pessoas extremamente importantes. Pessoas que, no contato com elas, permitiram-me ir dando forma ao que sou, eliminando arestas, transformando-me em alguém melhor, mais suave, mais harmônico, mais integrado." Mulek.com

terça-feira, 23 de setembro de 2014

INFÂMIAS...


Mateus 1: 19

" Então JOSÉ, seu marido, como era JUSTO, e a não queria INFAMAR, intentou deixa-la secretamente."

INFAME;
Indignidade.
Que deixou de possuir fama; sem crédito nem honra; desonra.
Que agride a honra ou a reputação de (Algo ou alguém); calúnia.
Aquilo que agride a honra ou a reputação de; ofensa.
Comportamento vergonhoso; baixeza.
JOSÉ, recém casado, comprometido matrimonialmente com MARIA... Se viu TRAÍDO.
Como poderia Ela, depois de tanta demonstração de AMOR, traí-lo daquela forma?
Indagações... Dúvidas... Raiva...
Grávida?
De quem?
Qualquer HOMEM nessa posição, teria jogado o BALDE D'ÁGUA...
Desonraria a MULHER em frente à TODOS...
JOGARIA o nome dela na LAMA...
Mas...
JOSÉ, sendo JUSTO, preferiu deixa-la, e não INFAMAR o nome dela.
Hoje, diante de TRAIÇÕES, (Familiares, comerciais, de amizades, Escândalos em todas as áreas...) preferimos JOGAR TUDO PARA O ALTO... ESCANDALIZAR... INFAMAR... DESONRAR...
Ver o OUTRO HUMILHADO... REBAIXADO... FERIDO...
PAGANDO pelo que fez...
Sentimos Prazer nisso?
Olhemos o exemplo de JESUS que olhou para PEDRO com olhar de AMOR, PERDÃO, após ele o ter NEGADO por três vezes...
O Sentimento DELE por JUDAS, que o TRAIU...
Hoje, o PRAZER das PESSOAS, é ver o OUTRO PAGAR... E PAGAR CARO.
Ver ESCÂNDALOS sendo noticiados como se fossem TROFÉUS...
PRAZER, na DESTRUIÇÃO do outro.
Queremos ser JUSTIÇADOS...
Hoje, aprendi com JOSÉ, o sentido da palavra... Mais uma chance... PERDÃO...
Se ele não tivesse agido assim, se tivesse jogado o nome de MARIA na Lama, feito um Escândalo com o nome dela, não teria tido a Experiência Gloriosa e ÚNICA, de ser o PAI do SALVADOR do Mundo.
Reflita...

Clélia2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário