SONHOS SÃO GRATUITOS...TRANSFORMA-LOS EM REALIDADE...TEM UM PREÇO. "Quando olho para trás, vejo que hoje carrego em meu ser várias marcas de pessoas extremamente importantes. Pessoas que, no contato com elas, permitiram-me ir dando forma ao que sou, eliminando arestas, transformando-me em alguém melhor, mais suave, mais harmônico, mais integrado." Mulek.com

quarta-feira, 4 de maio de 2011

AFINAR A PRATA...


“E assentar-se-á como fundidor e purificador de prata; e purificará os filhos de Levi, e os refinará como ouro e como prata; então ao SENHOR trarão oferta em justiça.” Malaquias 3:3
Leonardo Simonelli

 AFINAR A PRATA... AFINAR A PRATA

Nos fala do momento de provas que passamos, pois através delas nos desprendemos de valores que não nos trazem benefícios e passamos a nos colocar em posição de dependência a Deus e como a prata provada ganha valor, a cada prova passamos a ser servos mais valorosos, o servo provado tem experiências que valorizam a salvação na sua vida. “O crisol é para a prata, e o forno para o ouro, mas o SENHOR é quem prova os corações” Provérbios 17:3.
A PURIFICAÇÃONeste processo, a prata era aquecida e à medida que ela ali ficava, a impureza que nela havia se separava ficando por cima. Então, o ourives removia, limpando assim o metal. Quando provados, passamos a meditar o que em nós não tem agradado ao Senhor, e neste momento passamos a enxergar erros que eram ocultos para nós, como a impureza ficava sobre o metal, assim para nós as nossas falhas ficam evidenciadas nos momentos de provação, enxergamos e suplicamos ao Senhor que retire de nós, e nisto nos lembramos das palavras de Davi: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.” Salmo 139:23-24.
O OLHAR DO OURIVESDurante o processo, o ourives tinha total atenção à prata, pois observava o processo, removia os excessos e sabia o momento certo de retirar o metal do fogo. Durante a nossa prova, os olhos de Deus não se desviam do servo, pode ser na dor, nas lágrimas, o Senhor está ali ao nosso lado. Quantas vezes provados, entramos no culto e um louvor fala profundamente a nossa alma? É o olhar de Deus que nos conhece e nos sustenta quando provados, e é Ele que sabe o momento de nos tirar dela. “Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.” I Coríntios 10:13.
O FIM DA PROVA - Quando o ourives via a sua face refletida na prata, ela era retirada do fogo e assim somos nós depois de provados. A face do Senhor é vista em nós, as pessoas olham para nós e vêem um brilho diferente, é o nosso testemunho puro, de uma vida provada, mas aprovada diante de Deus, que tem uma mensagem vivida, uma experiência com Ele. “Mas, como fomos aprovados de Deus para que o evangelho nos fosse confiado, assim falamos, não como para agradar aos homens, mas a Deus, que prova os nossos corações.” I Tessalonicenses 2:4.
O LOUVOR NA PROVA O texto diz que ele afinaria os filhos de Levi não só como a prata, mas também como ou ouro e há um provérbio que diz: “Como o crisol é para a prata, e o forno para o ouro, assim o homem é provado pelos louvores” Provérbios 27:21. Pela ciência, sabemos que o peso molecular do ouro e a prata são diferentes, bem como seu ponto de fundição. O ouro nos fala do poder de Deus e a prata da salvação. Somos provados para que a cada dia valorizemos a salvação, mas para experimentar o poder de Deus, sermos usados com graça, passaremos provas por isso, quanto maior o poder de Deus em nossa vida, maior a provação. O ouro era provado no forno, a prata no crisol (um tipo de vaso, com abertura menor onde se colocava o carvão para fundição), mas e o homem? O provérbio diz que o homem é provado no louvor.
AFINAR A PRATA