SONHOS SÃO GRATUITOS...TRANSFORMA-LOS EM REALIDADE...TEM UM PREÇO. "Quando olho para trás, vejo que hoje carrego em meu ser várias marcas de pessoas extremamente importantes. Pessoas que, no contato com elas, permitiram-me ir dando forma ao que sou, eliminando arestas, transformando-me em alguém melhor, mais suave, mais harmônico, mais integrado." Mulek.com

domingo, 30 de setembro de 2012

LABIRINTO...



João 8:3

AJUDE-ME...

Entrei em um MUNDO desconhecido.
Labirinto...
Várias Entradas...várias Portas...vários Caminhos.
Sonho...Pesadelo...Realidade.
Na primeira Escolha...parecia um Caminho florido.
Mas...ao passar por ele, foi apertando em mim os Espinhos.
Apertava...Furava...Sangrava...de tal forma, que caí.
Abri os OLHOS, e vi que não tinha PORTA...Sem saída.
Voltei...
Voltei agachando-me ao chão...rastejando...solidão.
Recomeçar...Nova Porta.
Escolhi mais uma...
Tentar de novo...Preciso de uma Saída.
A dor dos Espinhos...ainda sentia.
Esse caminho, vou por ele, é LARGO...comecei com tranquilidade.
Risos...Alegrias...Sentimentos...Carinhos...DE REPENTE:
FALSO...FALSO...FALSO....TUDO era falso...Caminho Imaginário.
Olhei para trás...muito caminho percorrido...mas...precisava Voltar.
Voltei...
Voltei em lágrimas correntes...fluentes...cachoeiras.
De novo, NÃO!
Recomeçar...Nova Porta...preciso me DESCOBRIR....me ACHAR.
Eram muitas as Portas...não sabia como escolher.
Tentar de novo...
Um BELO HOMEM à Pota...me chamava...Atraída.
Sentimento nunca vivido...esquisito.
Não conseguia me deter...caminhava em sua direção...Atração.
Eu tinha um AMOR?!..minha CASA?! Uma VIDA?!
Quando?! Onde?!  Como?!
Onde estou?!...Quem me chama?! Não consigo parar...CEDO.
Me PERDI em seus braços...Estraçalho...Adultério.
O que fiz de mim?! novamente um caminho SEM saída.
Voltar? Como?!
Voltei Descabelada...Rasgada...Humilhada...Abandonada...Cuspida...Ridicularizada.
RASTEJANDO-ME...
Ao me aproximar da PORTA...Vejo uma LUZ tão FORTE...que me cega.
Já estava Caída...
Não tive coragem de erguer os meus olhos...PECADORA.
Ouvi uma VOZ que me fez estremecer...temer.

- "...Aquele que NÃO tem PECADO...ATIRE a primeira PEDRA."
Silêncio...
Esperei pela primeira pancada...segunda...terceira...esperei a MORTE e...NADA.
Silêncio...
Meu corpo de pavor doía tanto...esperei o meu fim...o VEREDITO FINAL.
A VOZ...

- "...MULHER...onde estão os teus ACUSADORES?".
- "...NINGUÉM te CONDENOU?".

Não, Senhor...

- "...Nem EU te condeno...vai-te em paz e...NÃO PEQUES MAIS."

Eu...NUNCA mais errei a PORTA.

Clélia2012