SONHOS SÃO GRATUITOS...TRANSFORMA-LOS EM REALIDADE...TEM UM PREÇO. "Quando olho para trás, vejo que hoje carrego em meu ser várias marcas de pessoas extremamente importantes. Pessoas que, no contato com elas, permitiram-me ir dando forma ao que sou, eliminando arestas, transformando-me em alguém melhor, mais suave, mais harmônico, mais integrado." Mulek.com

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

NÃO SE CONTAMINAR...




A DECISÃO DE DANIEL – 
 Daniel 1:8 – “E Daniel assentou no seu coração NÃO se contaminar com a porção do MANJAR do REI, nem com o VINHO que ele bebia; portanto, pediu ao chefe dos eunucos que lhe concedesse não se contaminar”.
Daniel , servo que alcançou a vitória através da decisão tomada diante do Senhor de testemunhar do seu DEUS numa terra estranha. Preservou sua íntima comunhão com Deus, conciliando sua vida espiritual e sua formação profissional (o testemunho, a conduta do servo).
É possível servir a Deus em Babilônia?
A DEFINIÇÃO DE DANIEL AINDA ADOLESCENTE
v.8 “e Daniel propôs no seu coração não se contaminar…
Daniel apesar de sua idade (tinha entre 12 a 14 anos) tomou uma posição de: “não se contaminar com as iguarias do rei de Babilônia”. (Daniel 1:8).
O que levaria um menino dessa idade a tomar uma posição tão corajosa?
O que levou aquele menino a dizer não a tudo quanto estavam lhe oferecendo em Babilônia?
Afinal, ali estaria o futuro da sua vida secular. Estava vivendo em Babilônia e, para prosperar ali tinha que aprender a linguagem dos babilônios, o modo de viver deles e também o comportamento deles, tendo que se adaptar às ofertas que eles faziam. E, mais, a sua decisão de não se contaminar, implicava na ofensa ao rei, e, por consequência, na sua morte, pois ninguém podia desobedecer ao rei.
Porém, a decisão de Daniel se deu por que:
- Daniel sabia quem era o verdadeiro Deus;
- Daniel tinha o temor do senhor DEUS em sua vida;
- Daniel tinha um compromisso com Deus, e sabia que servir ao Senhor era a coisa mais importante na sua vida. O medo da rejeição do rei de Babilônia não lhe afligiu em nada, porque Daniel conhecia o Deus Todo Poderoso que poderia livrá-lo. Daniel temia ao Senhor.
O temor ao Senhor não quer dizer ter medo do Senhor. O temor ao Senhor é reverência ao Senhor. O temor gera no coração do servo uma relação de intimidade com Deus, e esta relação de intimidade com Deus, a que chamamos de experiência pessoal, leva o servo a querer agradar ao Senhor em tudo, independente de sua idade. A obediência em razão do temor gera em nós alegria no coração e prontidão em obedecer.
A Palavra diz que aquele que teme a Deus é homem sábio. “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria”. (Provérbios 9:10). Quando o temor a Deus existe em nossos corações, os nossos atos são realizados com um referencial que não nos deixar errar. Esse referencial é o Espírito Santo que nos ensina todas as coisas e nos guia em toda a verdade. (João 16:13).
A OPERAÇÃO DO SENHOR A FAVOR DO SERVO DEFINIDO
v.9 e10 – “Ora, deu Deus a Daniel graça e misericórdia diante do chefe dos eunucos.” (v.10) “E disse o chefe dos eunucos a Daniel: tenho medo do meu senhor, o rei…; pois por que veria ele os vossos rostos mais tristes do que os dos outros jovens que são da vossa idade?…”
O chefe dos eunucos tinha a mesma visão do mundo hoje, quando pensam que as crianças, os adolescentes e os jovens da igreja não são felizes, não aproveitam a vida como os da sua idade. Pelo contrário por serem crentes em Jesus, estão livres das tristezas do mundo.
v.11     “Então disse Daniel… “
v.12     “Experimenta, peço-te, os teus servos dez dias, e que se nos deem legumes a comer, e água para beber.”
v.13     “então se examine diante de ti a nossa aparência, e a aparência dos jovens que comem a porção das iguarias do rei;…”
v.14     “e ele consentiu isto, e os experimentou dez dias.”
v.15     “e, ao fim dos dez dias, apareceram os seus semblantes melhores,…”
Podemos comprovar a diferença do semblante das crianças, adolescentes e jovens que servem ao Senhor comparados aos que hoje estão comendo as iguarias do mundo. O que serve ao Senhor é confiante, seu semblante é sempre alegre, seu coração é feliz. É vitorioso e não precisa temer o mal, pois tem sobre ele a garantia das promessas de bênçãos do Senhor.
DANIEL E SEUS COMPANHEIROS RECEBEM DO SENHOR RECURSOS PARA TODA A VIDA MATERIAL/PROFISSIONAL E VIDA ESPIRITUAL
v.17     “Quanto a estes quatro jovens, Deus lhes deu o conhecimento e a inteligência em todas as letras, e sabedoria; mas a Daniel deu entendimento em toda a visão e sonhos.
Daniel vai usar em toda a sua vida em Babilônia, os recursos dos dons espirituais que o Senhor lhe deu, seja na revelação e entendimento do sonho do rei Nabucodonozor, no capitulo 2, ou mesmo nos dons de línguas estranhas e interpretação no banquete de Belsazar, no capitulo 5. O uso do recurso espiritual lhe garantiu em toda a sua vida a benção material do conhecimento, inteligência e sabedoria e a benção maior que foi a espiritual.
NA FASE PREPARATÓRIA PARA O SEU FUTURO, OS SERVOS FORAM HONRADOS PELO SENHOR.

6 comentários:

  1. Seu blog me dá uma imensa paz de espírito, todas as vezes que por aqui apareço. Obrigado pelas lindas postagens, que sempre calam fundo no meu coração. As citações bíblicas são oportunas e bem vindas.

    ResponderExcluir
  2. Façam como Daniel,digam não ao manjar, as iguarias do rei. As oferendas são grandes e contamina. Ficamos como Daniel firmes no Senhor, não tenhamos medo da rejeição e do isolamento, mas permaneçamos firmes crendo no Senhor e Ele nos nos honrará. Bjss!

    ResponderExcluir
  3. Uma coisa que me chama a atenção na vida de daniel é que ele rejeitou até o permitido, pois ele era escravo e escravo não tinha direito de optar pela comida, mas seu coração era do senhor e com isso DEus lhe deu graça a ele em se manter limpo.

    Amiga te desejo um belo FDS

    ResponderExcluir
  4. Clélia, eu amo essa passagem. A 1ª vez que preguei numa igrejinha no subúrbio do DF, preguei essa mensagem de Daniel.

    Este texto me marcou profundamente, porque era uma comunidade muito pobre, com muitos problemas com drogas e violência. E naquela noite em que eu pregava sobre Daniel e seu caráter de servo de Deus, entrou na igrejinha um cachorro enorme que avançou no carrinho de bebê que estava à porta. O bebê que estava ali era Ana Lissa, minha priemeira filha, com apenas 3 meses de nascida.

    Vi a mão de Deus protegendo aquele carrinho de modo maravilhoso. Nunca esqueci daquela noite, nunca esqueci do caráter ilibado de Daniel e nunca esqueci que Deus está no controle de todas as coisas.

    Abraços sempre muito afetuosos e obrigado pelo belo post.

    ResponderExcluir
  5. OIE tia...

    primeiro queria dizer que esta [e uma mensagem muito abençoada!
    A escolha é sempre nossa...
    muitos culpam ao diabo quando pecam, quando na verdade foi sua própria escolha que o levou a pecar,pq o diabo apenas "tenta" não pode obrigar...
    como diz meu pastor:
    "A jesus satanás ofereceu o mundo se prostrado o adorasse, e Ele não o fez.Hj pra muitos ele só oferece uma mulher, um carro ou promoção e já caem prostrados!"
    Precisamos escolher não nos contaminarmos, não negociarmos a mesa do inimigo!
    que resistamos ate o sangue no combate contra o pecado! que assim como a eles, as pessoas possam ver a diferença em nós.A diferença daqueles que servem a um Deus vivo!
    Que a presença de Deus seja marcante em nossas vidas!!!

    Bem, outra coisa que queria dizer foi que amei a sala de visitas contigo!!!
    Bom conhecer mais um pouquinho de minha tia tão querida...
    Agradeço a Deus por sua amizade e carinho...que Ele cuide de vc sempre, realize cada promessas em sua vida, lhe dando muito mais do que pediu ou imaginou, e pra cada dia de tristeza lhe conceda dupla honra! Que o Senhor restitua em dobro cada ano que o inimigo lhe roubou, que vc seja muitissississississimo Feliz!!!
    Bjks tia
    Amo-te do coração...
    =J

    ResponderExcluir
  6. Paz do Senhor Deus o abençoe por essa maravilhosa reflexão, que ele continue a lhe usar poderosamente a ministrar aos corações cansados e oprimidos. Grande abraços,
    Pr. Ivan.http://www.privan.com.br/

    ResponderExcluir