SONHOS SÃO GRATUITOS...TRANSFORMA-LOS EM REALIDADE...TEM UM PREÇO. "Quando olho para trás, vejo que hoje carrego em meu ser várias marcas de pessoas extremamente importantes. Pessoas que, no contato com elas, permitiram-me ir dando forma ao que sou, eliminando arestas, transformando-me em alguém melhor, mais suave, mais harmônico, mais integrado." Mulek.com

quarta-feira, 11 de junho de 2014

REENCONTRO...




O QUE TE TRÁS DE VOLTA?

Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, Lucas 15:18a

O dinheiro do filho pródigo não acabou do dia pra noite. Ele não foi roubado. Ele foi perdendo a cada dia que se passava. Cada dia ele perdia mais seus bens, perdia contato com sua família, perdia saúde e tempo. Mas houve um dia que ele tomou uma decisão.
Não sei ao certo o sentimento que trouxe o filho pródigo de volta ao Pai. Talvez fosse apenas o desejo de saciar sua fome (pois na casa do Pai havia alimento), talvez fosse saudades ou outro sentimento 
qualquer. Mas uma coisa era certa: a decisão de voltar ao PAI.
Isso parece irrelevante mas faz toda a diferença. Imagina se o filho ao retornar, ao invés de primeiramente encontrar com seu Pai, encontrasse com seu irmão. Este, amargurado, magoado, certamente não o receberia bem. Talvez dissesse ao pródigo que fosse embora, afinal de contas, não era bem vindo na casa, era a vergonha da família, etc, etc.
Se o desejo fosse apenas voltar pra casa, como não seria bem recebido, fatalmente aquele filho iria embora novamente. Se o desejo fosse apenas uma casa, talvez, no meio do caminho da vida, arrumasse uma outra casa que lhe desse um bom emprego e suprisse sua fome, mas vejam, nesta nova casa, o filho não teria direito a herança.
A decisão do filho era ir encontrar com o PAI. Não importa o que aconteceria, não importa se seria ou não bem recebido pelo seu irmão, importava encontrar primeiramente o PAI. Era Dele que necessitava.
Quantas pessoas hoje estão afastadas da casa do PAI por causa de um irmão. Ressentimentos contra 
um irmão, contra um diácono, contra o pastor... Já tive o desprazer de ouvir algumas vezes a seguinte frase “se fulano vier eu saio da igreja”, “Deus não pode salvar alguém tão ruim assim”.
Toda casa tem um irmão problemático. É preciso aprender a lidar com ele(s). A diferença com o irmão não se compara a benção que o PAI tem para o filho. Que Deus nos ajude a sermos filhos melhores e irmãos melhores em Cristo Jesus.
 Amém! 

Weslley Oliveira.